Quarta, 20 Abril 2016 16:30

Acadêmico da UENP realiza intercâmbio em Portugal

Escrito por
O acadêmico João Otávio Bacchi Gutinieki, 21, estudante do 4º ano de Direito, do Centro de Ciências Sociais Aplicadas (CCSA), da Universidade Estadual do Norte do Paraná (UENP), retornou, no mês de fevereiro, de intercâmbio realizado em Portugal, na Universidade do Porto. Aprovado para o intercâmbio com bolsa Santander, resultado da parceria da UENP com a universidade portuguesa, João viajou para o exterior em agosto de 2015. Durante 6 meses, o acadêmico manteve contato com disciplinas relacionadas ao Direito, à Economia e às Letras, além de apresentar trabalhos científicos em congressos relacionados ao Direito da Concorrência, Direito da Família, e também participar do IJUP - Encontro de Investigação Jovem da Universidade do Porto, que reúne pesquisadores da graduação ao doutorado. “A experiência foi ímpar. Além de ter contato com a cultura portuguesa, que sempre suponhamos ser próxima da nossa, mas na verdade são bem diferente de nós, essa experiência foi academicamente muito importante para a minha carreira. O intercâmbio é uma chance de sairmos fora da caixa. conhecer o mundo e enxergar a realidade com uma visão diferente, perceber que as oportunidades são muito grandes. O intercâmbio me fez pensar profissionalmente e academicamente diferente, sempre olhando lá pra fora e tentando fazer um bom paralelo com a nossa realidade.” contou. João Otávio destaca que sua maior dificuldade com o intercâmbio foi a adaptação acadêmica. Para ele “ é difícil adaptarmos a hábitos e culturas diferentes, mesmo que a língua falada, em partes, seja a mesma. Os portugueses possuem um jeito menos imediatista que os brasileiros, eles não têm pressa em construir uma carreira acadêmica, sempre buscam maturidade dentro da academia e por isso também sentem liberdade em seu processo produtivo.” declarou. João teve a chance de conhecer várias cidades portuguesas, além de viajar para a Espanha, Itália, Alemanha, França, Bélgia e Holanda, em um período de 22 dias, logo após a finalização das disciplinas obrigatórias da universidade. A coordenadora de Relações Internacionais, professora-doutora Eliane Segati Rios Registro, ressalta que a conquista dessa primeira bolsa Santander para um aluno da UENP é resultado de um trabalho conjunto para que a UENP seja reconhecida no cenário internacional. Professora Eliane exalta o apoio da reitora ao longo de todo o processo, ao defender a internacionalização como um dos pilares essenciais para desenvolvimento da Universidade.
Lido 637 vezes Última modificação em Quarta, 20 Abril 2016 16:38