Quarta, 12 Julho 2017 09:32

James Rios de Oliveira Santos - Encarnación

Escrito por
A Universidade, enquanto instituição propagadora do saber, tem se tornado mais dinâmica e acessível em todas as suas vertentes, sobretudo na esfera da internacionalização e da cultura, no caso da UENP. Tal assertiva pode ser justificada com base nos projetos elaborados entre a Coordenadoria de Relações Internacionais e Pró-Reitoria de Extensão e Cultura, que, juntas, realizaram um feito inédito para esta Instituição: levaram a cultura regional do Norte do Paraná para além das fronteiras, no Paraguai.   Enquanto Diretor de Cultura, pude acompanhar e participar de todo o processo do Programa de Incentivo Artístico-cultural: do regional ao internacional e certifiquei-me que, para além de um diálogo possível, cultura e internacionalização devem caminhar juntas se a proposta da universidade for ampliar a sua atuação com vistas à expansão de seus conhecimentos e das culturas nas quais ela está inserida. Por meio do referido programa, tive a oportunidade de ampliar minhas experiências culturais a partir do contato com outra nação (o Paraguai), cuja cultura é fortemente acentuada nos aspectos concernentes à identificação de sua população com a pátria.   Foram cinco dias de intensas atividades acadêmicas na Universidade Nacional de Itapúa, que nos acolheu muito bem em nossa estadia. Nesta Instituição, tivemos a oportunidade de participar do evento “Expo Libro y Arte”, que nos possibilitou o acesso às vertentes artísticas patrocinadas pela UNI. Ademais, tivemos a oportunidade de estreitar relações institucionais com os seus gestores culturais, os quais, demonstraram-se muito receptivos às trocas de experiências, que, diga-se de passagem, foi muito rica e gratificante.   Em suma, a viagem à Encarnación foi positiva para mim e também para os artistas, que submeteram suas obras ao edital Intercâmbio Cultural das artes e tiveram a oportunidade inédita de expor seus trabalhos em outro país. Agradeço imensamente à Coordenadora de Relações Internacionais da UENP, professora Eliane Segatti, e também à Pró-Reitora de Extensão e Cultura, Simone Castanho, as quais não mediram esforços para viabilizar um projeto tão importante para a UENP e para o Norte Pioneiro do Paraná.  
Última modificação em Segunda, 31 Julho 2017 15:54