UENP recebe delegação de Camarões

Escrito por  Coordenadoria de Relações Internacionais Quarta, 24 Junho 2015 09:43

A Universidade Estadual do Norte do Paraná (UENP) recebeu, no último mês, uma delegação de camaroneses, composta de 24 membros. O grupo esteve no Brasil para realizar um circuito de visitas, como forma de buscar conhecimentos para aplicação no país africano. Na UENP, os jovens empresários e estudantes do setor da agricultura fizeram visita técnica para conhecer os trabalhos desenvolvidos pela Instituição, com a finalidade de receber instruções na área de agricultura. A ação foi assessorada e intermediada pela acadêmica de Agronomia Anna Carla Lima Villela.

Durante a semana, a delegação conheceu a Fazenda Escola e o Núcleo de Investigação em Tecnologia de Aplicação de Agrotóxicos e Máquinas Agrícolas (NITEC) da Universidade. Dentre muitas atividades, o grupo participou de palestras sobre a tecnologia de aplicação de agroquímicos no Brasil, o agronegócio em Camarões, microbiologia de solos, fixação biológica de nitrogênio em gramíneas e feijão e sistema de Integração. O grupo realizou ainda visita técnica à usina de açúcar e álcool e a propriedades do município de Bandeirantes.

O coordenador do mestrado em Agronomia da UENP, professor-doutor Marco Antonio Gandolfo, salientou a importância da visita do grupo para Universidade e para os camaroneses. "Quando recebemos intercambistas, oferecemos a eles nossa estrutura e apresentamos a forma como o Brasil produz", destaca. "Temos a oportunidade de discutir quais as semelhanças entre a região em que eles vivem com a nossa, para buscar estabelecer uma possibilidade de aplicar o que deu certo aqui na região em que eles vivem, buscando assim melhorar o potencial agrícola que eles têm", pontua o professor.

A coordenadora de Relações Internacionais da UENP, Eliane Segati Rios Registro, ressalta que o recebimento da delegação de Camarões foi um grande marco para a Universidade, principalmente no que diz respeito às relações de internacionalização. "Recebermos essa delegação simboliza uma possibilidade de parceria futura. Isso deverá refletir positivamente em programas de mobilidades internacional com o país de Camarões e tantos outros", salienta. "Realizaremos outros trabalhos para que possamos receber mais delegações na Universidade. Isso irá contribuir muito para o desenvolvimento de nossa Universidade que vislumbra extrapolar as fronteiras do conhecimento", argumenta Eliane. A professora explica que a estada do grupo camaronês na UENP foi fruto do intercâmbio realizado pela acadêmica Ana Carla, que participou do programa Ciência Sem Fronteiras, e fez contato para a visita.

Lido 1378 vezes